Rede de Inovação Tecnológica para Defesa Agropecuária

A Defesa Agropecuária nos Tribunais

Informação

A Defesa Agropecuária nos Tribunais

Por meio da análise de decisões judiciais, objetiva-se discutir questões pertinentes à defesa agropecuária para proporcionar aos profissionais da área maiores esclarecimentos e oportunidades de debates sobre questões cotidianas.

Membros: 149
Última atividade: 26 Dez, 2017

Fórum de discussão

Assembleia Legislativa da Bahia: PL que regula criação de abelhas sem ferrão deve ser votado ainda este ano

Iniciado por Inovadefesa 12 Dez, 2017. 0 Respostas

Foto: ReproduçãoO Projeto de Lei Nº 21.619, de autoria do deputado estadual Jean Fabrício Falcão (PCdoB), regula a criação, o…Continuar

Tags: abelhas, Agropecuária, Defesa, meliponários

Alta de preços na carne no varejo

Iniciado por Inovadefesa 7 Nov, 2017. 0 Respostas

Os açougues e supermercados aumentaram os preços da carne bovina nesta semana. Segundo levantamento da…Continuar

Tags: bovina, carne, frigoríficos, açougues, carnes

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de A Defesa Agropecuária nos Tribunais para adicionar comentários!

Comentário de Uilian Costa de Almeida em 27 fevereiro 2012 às 14:01

Querida orientadora Regina Sugayama, obrigado pelo convite. Estou trabalhando firme na dissertação do mestrado profissional. Abraço

Comentário de Clovis Costa Knabben em 25 março 2011 às 10:08

Esse grupo promete...

Saudações a todos

Comentário de Antonio Campos Lopes em 12 agosto 2010 às 17:28
Obrigado pelo convite, Joaquim.
Comentário de Roberval Raposo Júnior em 4 junho 2010 às 19:46
´Valeu Joaquim, obrigado pelo convite. Estamos juntos!!
Comentário de Conceição Sobrinha em 29 janeiro 2010 às 9:19
Obrigada pelo convite!!!Abraços
Comentário de Maria Lúcia Brito de Oliveira em 10 dezembro 2009 às 14:14
Grata pelo convite, Joaquim.
Comentário de WEBER MARCILIO MALHEIRO AGUIAR em 29 novembro 2009 às 15:37
Oi Letícia, o fruticultor é inicialmente orientado a aplicar as medidas culturais (catação e destruição dos frutos maduros), e/ou erradicação de outros hospedeiros que não sejam comerciais (se houver na propriedade), além da aplicação de isca tóxica (inseticida + atrativo alimentar). Todas as propriedades inseridas no Programa de Controle das Moscas-das-Frutas são inspecionadas no máximo a cada 14 dias e caso fique constatado que ele não executou nenhuma dessas medidas, ele é encaminhado ao Ministério Público que o convoca para uma audiência.
Comentário de Jussy de Oliveira em 29 novembro 2009 às 11:24
Muito obrigada pelo convite!
Comentário de Letícia Camilo dos Santos em 26 novembro 2009 às 20:44
Weber, isso é feito com relação à não aplicação de medidas químicas? Ou mesmo para o uso de produto químico que não siga as recomendações da portaria 194/01?
Comentário de WEBER MARCILIO MALHEIRO AGUIAR em 26 novembro 2009 às 11:41
Aqui na ADAB (Gerência de Livramento de Nossa Senhora - Sudoeste Baiano) , nós aplicamos a Portaria Estadual nº 194/01, onde os fruticultores que não efetuam as medidas de controle para as moscas-das-frutas, são notificados e aqueles re-inicidentes são encaminhados ao Ministério Público, e enquadrados no Art. 259 do Código Penal, além do Decreto Nº 11.414 (Lei Estadual de Defesa Sanitária Vegetal).
 

Membros (148)

 
 
 

© 2018   Criado por Inovadefesa.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço