Rede de Inovação Tecnológica para Defesa Agropecuária

Membros da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) adotaram a primeira estratégia global do grupo sobre bem-estar animal, informou a OIE em um comunicado divulgado em seu site.

Aprovada principalmente na 4ª Conferência Mundial sobre o Bem-Estar Animal da OIE, em Guadalajara, no México, a estratégia visa alcançar “um mundo onde o bem-estar dos animais seja respeitado, promovido e avançado de forma a complementar a busca pela sanidade animal, bem-estar humano, desenvolvimento socioeconômico e sustentabilidade ambiental “.

A estratégia é baseada em quatro pilares:

Desenvolvimento de normas internacionais em matéria de bem-estar animal. Os padrões de bem-estar animal da OIE continuarão a ser desenvolvidos com a contribuição de peritos internacionais, com base em pesquisas científicas relevantes e tendo em conta considerações éticas e experiência prática associadas. Em particular, está atualmente em curso um trabalho suplementar relativo a normas para os sistemas de produção suína e ao abate de répteis de criação para as suas peles e carne.

Reforço da capacitação e formação de serviços veterinários. Como membros chaves nas questões de bem-estar animal, os serviços veterinários (incluindo os veterinários dos setores público e privado) devem dispor das capacidades adequadas.

Comunicação com governos, organizações nacionais e internacionais e com o público para aumentar a conscientização sobre o bem-estar animal. Garantir o bem-estar animal é uma responsabilidade que deve ser partilhada entre as várias partes interessadas. O reconhecimento mútuo e o envolvimento construtivo entre as partes são necessários para alcançar melhorias sustentadas no bem-estar animal. Os países membros são, por conseguinte, altamente incentivados a apoiar o desenvolvimento de programas nacionais de sensibilização para o bem-estar animal e a educar os principais membros envolvidos, particularmente proprietários de animais, responsáveis pelo manejo dos animais, líderes religiosos e comunitários e outros grupos-chave, como estudantes escolares.

Implementação progressiva dos padrões da OIE referentes ao bem-estar animal e políticas correspondentes. Nesse sentido, os países membros são instados a integrar as normas da OIE em suas legislações nacionais.

Além disso, esta estratégia recomenda a criação de um novo fórum que constituirá uma plataforma de diálogo entre os peritos técnicos e as partes interessadas, proporcionando uma oportunidade para o seu envolvimento no programa de trabalho do OIE para o bem-estar animal.

Para ler o documento completo, clique aqui.

Fonte

MeatingPlace.com, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.

Exibições: 17

Instituições

Apoio

Parceria

Vídeos

  • Adicionar vídeo
  • Exibir todos

© 2017   Criado por Inovadefesa.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço