Rede de Inovação Tecnológica para Defesa Agropecuária

Faesc capacita produtor rural para emissão da GTA eletrônica

Os cursos são gratuitos, tem oito horas de duração e, em média, 30 vagas. Para participar é necessário ser alfabetizado e ter mais de 18 anos de idade 

Santa Catarina é um dos primeiros Estados brasileiros a adotar o sistema de emissão eletrônica da Guia de Trânsito de Animais (e-GTA). Para qualificar produtores, técnicos, funcionários e dirigentes sindicais, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) desenvolvem cursos em cinco regiões neste mês de fevereiro.
 
Os cursos são gratuitos, tem oito horas de duração e, em média, 30 vagas. Para participar é necessário ser alfabetizado e ter mais de 18 anos de idade.
 
O primeiro treinamento ocorreu na última sexta-feira (8) no Hotel Lang Palace, em Chapecó, reunindo associados, funcionários e dirigentes dos Sindicatos das regiões oeste e extremo-oeste.
 
O segundo treinamento ocorre nesta quinta-feira (14), às 8h30, no Hotel Sandrini, em Termas da Guarda, município de Tubarão, com Sindicatos da região Sul. Nesta sexta-feira (15), às 13h30, em Rio do Sul, participarão os Sindicatos do Vale do Itajaí.
 
Dia 26, às 8h30, no Hotel Planalto, em Canoinhas, reúnem-se produtores e dirigentes dos Sindicatos rurais do Planalto Norte.
 
O quinto e último treinamento está programado para dia 27 de fevereiro, às 8h30, no auditório do edifício Edir Prestes Vali, em Fraiburgo, com Sindicatos do meio-oeste catarinense.
 
INOVAÇÃO
 
Com apoio da Faesc, a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) criou a versão eletrônica da GTA, a guia de trânsito de animais que entra em operação neste mês. O presidente da Faesc, José Zeferino Pedrozo, destacou a importância dessa inovação tecnológica para a defesa sanitária de Santa Catarina.
 
A e-GTA está ancorada no sistema de gestão da defesa agropecuária, o SIGEN. A e-GTA será operada no âmbito da Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca e Cidasc. A iniciativa atende a Instrução Normativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento nº 19, de 03/05/2011. 
 
A e-GTA passará a ser adotada como documento oficial para movimentação de animais vivos, ovos férteis e outros materiais de multiplicação animal em todo território nacional. A implantação da e-GTA em Santa Catarina permitirá que o criador, previamente cadastrado, acesse o sistema da Cidasc via internet e requeira a emissão da Guia de Trânsito. Assim, o produtor rural não precisará mais se deslocar até o escritório da Cidasc para solicitar a GTA. O novo sistema também está integrado com a plataforma de gestão agropecuária do Governo Federal.
 
De forma semelhante a uma conta bancária, o produtor terá senha de acesso para emitir o documento.
 

Exibições: 132

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede de Inovação Tecnológica para Defesa Agropecuária para adicionar comentários!

Entrar em Rede de Inovação Tecnológica para Defesa Agropecuária

Comentário de Cezar Corrêa da Rosa em 18 fevereiro 2013 às 13:53
O que jé estava ruim , ficou pior no caso de trânsito de bovinos.
Os produtores irão informar que novilhas , vacas com cria ao pé e touros serão transportados com a finalidade de engorda, evitando assim de submeter estas categorias ao exame de brucelose e teste de tuberculose como manda o PNCEBT do MAPA.
Este problema já vinha ocorrendo quando alguns "profissionais" fechavam os olhos quanto à necessidade destes certificados sanitários. Bem , não posso generalizar , mas aquí no Vale do Itajaí, na Regional da CIDASC de Itajaí, a coisa tá frouxa. É uma pena perder o trabalho e recursos de tantos anos.E o pior, com a ciência dos responsáveis ....

Vídeos

  • Adicionar vídeo
  • Exibir todos

© 2014   Criado por Inovadefesa.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço