Rede de Inovação Tecnológica para Defesa Agropecuária

Minidestilarias para produção de álcool/etanol hidratado, anidro e neutro. Silagem, Bio fertilizante e energia elétrica. Para produtores rurais, universidades, empresas, prefeituras, cooperativas e associações comerciais, industriais e outros fins. Custo de produção por litro de etanol entre R$ 0,50 a R$0,95 o litro.


Mini usinas para produção de álcool / etanol

ÚNICA MINI USINA HOMOLOGADA E CREDENCIADA PELA ANP (AGÊNCIA NACIONAL DE PETRÓLEO E GÁS) E PELA ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos).

Um projeto único no mundo e totalmente sustentável, a mini-destilaria social e inteligente, criada numa parceria entre três empresas: a USI - Usinas Sociais Inteligentes, do Rio Grande do Sul, a Fundição Água Vermelha, de Sertãozinho, SP e o Grupo e-usinas (www.e-usinas.com.br), de Piracicaba, SP.

Trata-se de uma das maiores iniciativas para fornecer a pequenos produtores, cooperativas, empresas e prefeituras a possibilidade da produção do seu próprio Álcool/Bioetanol por meio desta miniusina inovadora.

O empreendimento poderá ser credenciado pela Agência Nacional de Petróleo (ANP), Ministério da Agricultura (MAPA), já estando cadastrada no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). O equipamento é capacitado para a moagem de 40 a 50 toneladas de cana por dia e produção diária de 500 a 10000 mil litros de etanol a preços competitivos.

A aquisição da mini-destilaria traz grandes benefícios aos produtores, a começar pela possibilidade de credenciamento junto a ANP para fornecimento de álcool etílico combustível para fins automotivos (Hidratado e Anidro)., aviação agrícola, geradores de energia, fogões, tratores, limpeza, álcool neutro para bebidas. “Além de ser uma iniciativa inovadora, a usina inteligente também garante redução de custos com transporte do produto primário à refinaria e geração de empregos em áreas rurais”, complementa o diretor-presidente da FAV, Osvaldo Mazer. A empresa sertanezina está sendo responsável pelos equipamentos de moagem, a moenda da biorrefinaria.

PARA QUE PODE SER VENDIDO O COMBUSTÍVEL PRODUZIDO?:
Empresas, que podem abastecer sua frota de veículos bem carro dos funcionários, com um com combustível renovável e abaixo do preço de mercado;

Associações comerciais e outras associações, que podem ter seu próprio combustível para sua frota e para os veículos de seus associados.

Cooperativas, que podem produzir o combustível para seus cooperados e outras empresas;

Órgãos públicos (Prefeituras), que podem produzir seu próprio combustível renovável e menos poluentes para sua frota.

Supermercados álcool para limpeza .

Outros fins: Álcool neutro para bebidas, cosméticos, indústria química e laborara tórios.


ONDE O COMBUSTÍVEL PODE SER UTILIZADO:
As biorefinarias foram desenvolvidas com tecnologia simples, preservando questões sociais e ambientais, com baixo consumo de energia e custos reduzidos de manutenção. O combustível produzido pode ser usado em automóveis, motos, geradores de energia elétrica, fogões, tratores, aviões agrícolas e outros.

TOTAL APROVEITAMENTO DA MATÉRIA PRIMA:
A mini usina foi projetada para um aproveitamento total da matéria prima. Após o esmagamento da cana, sorgo ou outra matéria prima pela moenda, o caldo é peneirado e direcionado as dornas para fermentação para produção do Bioetanol.

A matéria prima, cana e sorgo devem ser colhidos com uma forrageira, que já pica a Cana/Sorgo durante a colheita.

A moenda foi projetada para não extrair a totalidade do caldo, sobrando assim um bagaço rico que pode ser destinado à alimentação animal, bovinos (Corte e leite), suínos, ovinos e peixes. Este bagaço da cana/sorgo pode ser utilizado in natura diretamente no coxo para alimentar um confinamento ou então ser armazenada (empacotada) hermeticamente e ser vendida no mercado como feno, para utilização posterior como silagem em época de seca.

Exemplo de produção | Custo e lucros de produção do álcool hidratado:
Uma usina de 1000 litros dia:
Necessita 25 toneladas de cana das quais será extraído:

1000 litros de etanol;
12,5 toneladas de silagem, ração animal;
16 mil litros de vinhaça, fertilizante para fertirrigação

O vinhoto ou vinhaça é utilizado como fertilizante orgânico para adubar a lavoura ou pastagens, reduzindo extremamente o uso de adubos químicos, finalizando assim o ciclo completo da produção sustentável do Bioetanol.

Valores brutos obtidos: Calculado com valor do etanol a R$1,80 o litro.
(Varia de região) – Estimativa:

1000 litros de etanol – R$ 1,80 = R$ 1.800,00 – Combustível
12.500 kilos de silagem animal R$0,08 (Kilo) = R$1.000,00 – Alimentação animal.
16.000 litros de vinhaça = R$0,01 (litro) = 160,00 – Bio Fertilizante para fertirrigação.

Faturamento diário..........................: R$ 2.960,00
Faturamento mensal (25 dias).......: R$ 72.500,00

O álcool neutro e Anidro, necessitam equipamentos adicionais para sua produção.

MATÉRIAS PRIMAS UTILIZADAS:
Além da cana-de-açúcar, a mini-destilaria permite a produção de etanol, especialmente na entressafra, a partir de outras matérias-primas, como mandioca, sorgo sacarino, milho, arroz, batata doce entre outras, podendo ser utilizada também por produtores que não têm qualquer relação com o setor sucroenergético.

CUSTO DE PRODUÇÃO:
O custo de produção do Bioetanol se estabelece entre R$0,50 e R$ 0,95 o litro a 95º GL.

CAPACIDADE DE PRODUÇÃO DE ETANOL
Cana-de-açúcar: 5.000 a 7.000 mil litros por hectare
Sorgo Sacarino: 3.000 a 4.000 mil litros por hectare
Mandioca: 4.000 a 6.000 mil litros por hectare
Batata doce: 4.000 a 6.000 mil litros por hectare
Milho: 2.500 a 3.500 mil litros por hectare
Arroz: 2.500 a 3.500 mil litros por hectare

PROPRIEDADE RURAL AUTO SUTENTÁVEL:
A aquisição da mini usina pode tornar uma propriedade auto-sustentável, pois pode produzir o combustível (Etanol), para seus veículos, máquinas agrícolas, ração animal para produção de carne e leite, insumos orgânicos, além de energia elétrica que pode ser produzida por geradores flex movidos a etanol.

As três empresas envolvidas já aumentaram suas linhas de produção e montagem para suprir as necessidades do mercado. Para viabilizar uma biorrefinaria, há recursos especiais que podem ser conseguidos junto ao BNDES, PRONAF ECO , MICRO BACIAS 2 E OUTROS. "Na realidade, todos têm a ganhar com o projeto, que não requer grandes investimentos ou infra-estrutura complexa", salienta Dirceu Martins Azevedo, diretor do Grupo e-usinas.

Segundo Eduardo Mallmann, da USI, “Com o apelo mundial por energia limpa e renovável, a utilização de Mini-destilarias em comunidades, associações, cooperativas, prefeituras, e propriedades rurais, vão se tornar uma realidade mundial. Todos os elementos da cana podem ser utilizados, inclusive o bagaço e o vinhoto. Tudo, claro, tem destinação no desenvolvimento sustentável e na qualidade de vida”.

O equipamento, com patente requerida junto ao INPI, levou quatro anos de desenvolvimento tecnológico e contou com a parceria das três empresas e o apoio de entidades como UFRGS, UFSM, ITP, Embrapa, Emater, Banco Mundial, Projeto Gaia e ABIMAQ.

PROCESSOS

- Versatilidade – uso de diferentes matérias-primas: amido e sacarose
- Homogeneidade – produção contínua, homogênea e sustentável
- No cook process – processos simultâneos de hidrolização/sacarificação/fermentação
- Co-produtos do processo podem ser usados pelos agricultores como biofertilizante e alimentação animal
- Geração de empregos em áreas rurais
- Logística – redução de custos com transportes de matéria-prima à biorefinarias
- Melhor distribuição dos benefícios gerados pela lavoura
- Baixo impacto ambiental

EQUIPAMENTO

- Baixo investimento para a construção do módulo de biorefinaria;
- Baixo consumo de energia
- Baixo custo em manutenção dos equipamentos
- Sistemas contínuos, seguro, automático e compacto
- Produção renovável de bioethanol (cana-de-açúcar, sorgo, sacarino, batata doce, mandioca e cereais)
- Utilização de multimatéria-prima como fonte de energia nas caldeiras (lenha, bagaço e casca de arroz) sistema contínuo de produção de bioetanol (95,1°GL à 20°C) de 500 litros a 10.000 litros/dia


Histórico

Missão
USI Biorefinarias busca a plena inserção neste conceito apresentando “soluções virtuosas com conhecimento sistêmico, visão solidária, resgate da capacidade de analise da população e das autoridades, recuperando a resiliência dos ecossistemas (sustentabilidade energética)”. Realizar a inclusão energética sustentável.

Diferencial do Produto
Trata-se de um projeto estratégico, com 4 (quatro) anos de desenvolvimento tecnológico, em parceria com as entidades e empresas, tais como: UFRGS, UFSM, ITP, EMBRAPA, EMATER, BANCO MUNDIAL, PROJETO GAIA, Grupo e-usinas de Piracicaba/SP, ABIMAQ e FAV – Fundição Água Vermelha – Sertãozinho-SP.

Onde vão chegar as Miniusinas:
Com o apelo mundial por energia limpa e renovável, a utilização de Miniusinas em comunidades, associações, cooperativas, prefeituras, e propriedades rurais, vão tornar-se uma realidade mundial, e a USI com o seu pioneirismo busca seu espaço neste mercado que está se abrindo;

Homologação junto aos órgãos competentes:
A USI montou um projeto em São Vicente do Sul, utilizando o equipamento por ela produzido, o qual obteve: - Junto a ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis o Certificado de Cadastramento de fornecedor de Álcool Etílico Combustível para fins Automotivos; - Junto a FEPAM – Fundação Estadual de Proteção Ambiental – Licença Única de Instalação e Operação e – Junto ao MAPA – Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento – Cadastro no departamento da cana-de-açúcar e Agroenergia e certificação ABIMAQ.

DETALHES DOS FINANCIAMANTOS ( ATÉ 5 ANOS PARA PAGAMENTO, 12 MESES DE CARÊNCIA PARA COMEÇAR A PAGAR A MINI MUSINA). PODE HAVER PRAZOS MAIORES DEPENDENDO DA EMPRESA CONTRATANTE.

BNDES:

Códigos de financiamento BNDES:
2506407 - MINI USINA DE BIOCOMBUSTIVEL USI 400 (Quinhentos litros dia)
2506382 - MINI USINA DE BIOCOMBUSTIVEL USI 1000 – (Hum mil litros dia)
2506399 - MINI USINA DE BIOCOMBUSTIVEL USI 2000 – (Dois mil litros dia)
2872916 - MINIUSINA DE BIOCOMBUSTIVEL USI 5000 (Três, quatro e cinco mil litros dia)
- FIN - Linhas BK, Produtos FINAME e FINAME Leasing para Indústria, Comércio e Serviços (Finamizável),
- Agrícola - Linhas BK, Produto FINAME Agrícola (Finamizável),
- Trator IMPLEM - Programa MODERFROTA / Tratores e Implementos (Finamizável).

MICRO BACIAS 2 - SOMENTE ESTADO DE SÃO PAULO:
Condição: Até 70% do valor da compra, subsidiado pelo estado. Exemplo: Até 70% do valor financiado não precisa ser pago (Investimento a fundo perdido). Financiamento e informações através da CATI, Coordenadoria de Assistência Técnica Integral, Secretaria de Agricultura e Abastecimento, Governo do Estado de São Paulo - http://www.cati.sp.gov.br. Financiamento voltado a cooperativas de produtores e associações.

Estamos à disposição para mais esclarecimentos.

Maiores informações:
Dirceu Martins Azevedo
Grupo e-usinas - Diretor
Tel.: 19 | 3427-1691 | 8262-9083
Rua Maceió, 530, Cep.: 13403-160 - Piracicaba | SP
www.e-usinas.com.br
E-mail: dirceu@e-usinas.com.br
MSN: dirceuazevedo@hotmail.com
Skipe: dirceu.martins.de.azevedo

Exibições: 3441

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede de Inovação Tecnológica para Defesa Agropecuária para adicionar comentários!

Entrar em Rede de Inovação Tecnológica para Defesa Agropecuária

Vídeos

  • Adicionar vídeo
  • Exibir todos

© 2014   Criado por Inovadefesa.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço